Indicação de Livro: Mulheres que Correm com os Lobos

water-1528619_1920

Mulhere-se

Clarissa Pinkola Estés é, digamos, uma mulher a frente de seu tempo. Ou para além dos tempos patriarcais. Criada entre as florestas, cresceu escutando mitos e histórias antigas. Psicanalista junguiana, feminista, escritora de uma série de livros sobre o sagrado feminino e os mistérios da mulher.

Um deles é o livro Mulheres que Correm com os Lobos, que se tornou conhecido nos últimos anos, junto a ascensão do movimento do sagrado feminino – e por que não dizer, junto com o despertar das mulheres para suas causas sociais? Ou para os processos de autoconhecimento e despertar? O fato é que esse livro aborda todas essas questões. Leia mais… »

Recomendo muito : Persépolis

Escrever uma resenha de um livro que você gosta nunca é uma tarefa fácil. Se for um no qual seu filme favorito foi baseado, pior ainda. Parece que é uma missão quase impossível, pois você sempre se pergunta se está escrevendo um texto que faça jus à obra e se o leitor do outro lado da tela vai conseguir terminar o post cativado pelas suas palavras, mas tomei coragem e resolvi que a segundo indicação literária do blog seria Persépolis.

Conheci a história da Marjane Satrapi quando fiz uma maratona de filmes no início do segundo semestre da faculdade, junto com uma amiga. Lembro que não li a sinopse quando aceitei o convite para ir ao cinema e que ainda chegamos na sessão atrasadas, mas mesmo perdendo os dez primeiros minutos da exibição e nem sabendo do que ela se tratava, não precisei de mais do que dois minutos para me apaixonar por Marjane e sua narrativa. Logo Persépolis entrou na lista dos meus dez filmes preferidos e anos mais tarde se tornou o primeiro colocado, quando consegui achar uma rara cópia do seu DVD na locadora. Já vi a animação tantas vezes que sei quase todas as falas de cor e salteado e muito dos seus personagens são como velhos conhecidos meus, mas apesar de todo esse amor, demorei mais de sete anos para ler a obra original. Leia mais… »

Recomendo muito – Sejamos Todos Feministas

 

Sejamos Todos feministas Capa

 

Quando encontrei o livro “Sejamos Todos Feministas” em uma das prateleiras da biblioteca que costumo frequentar, foi amor à primeira vista. Todo chamativo, com sua capa vermelha, laranja e amarela (africana até o último detalhe de sua linda arte colorida) e com seu título direto e extremamente explicativo, não tive como ignorá-lo e acabei levando uma cópia para casa. Em menos de uma hora já havia devorado o livro – sim, eu leio MUITO rápido !- e estava com um aquele gostinho de quero mais, procurando no Google outras obras de sua autora, a nigeriana Chimamanda Ngozi Adichie.

O livro é uma versão modificada de uma palestra dada pela escritora na TEDxEuston, em 2012 (você pode achar um vídeo desse discurso no Youtube) e já teve um trecho musicado por Beyoncé na música “Flawless”. A versão impressa dele no Brasil foi lançada pela editora Companhia das Letras, a mesma que publica os outros livros de Chimamanda no país. Pequeno e leve, o livreto tem apenas 64 páginas e vem no formato pocket book, que não ocupa muito espaço até nas bolsas mais compactas. Talvez seja difícil encontrá-lo nas lojas físicas de grandes livrarias, mas você pode achar com facilidade na internet e em alguns sites ele custa menos de doze reais. A versão em inglês também está disponível em algumas lojas, mas o preço geralmente é o dobro da versão em português. Leia mais… »

Um papo e um café com Natalia Sminorva Moraes

 A Natalia Smirnova Moraes tem uma vida que parece um enredo de um filme do Tim Burton : nascida na Rússia, filha de um renomado artista circense e uma bailarina do Bolshoi, ela cresceu nos picadeiros, se apresentado ao redor do mundo  em shows itinerantes desde os cincos anos de idade. Em 1995 sua família recebeu uma proposta de um grande circo no Brasil e desde então nosso país é seu lar. Depois de 19 anos de espetáculos, Natalia deixou a vida circense e acumulou um dos currículos mais ecléticos que você vai encontrar na sua vida : já foi balconista, modelo, vendedora, auxiliar de professor de artes cênicas, maquiadora, assistente de comunicação em uma empresa internacional (onde tive o prazer de conhecê-la), designer e agora autora de um livro de fantasia recém-lançado na Amazon : “O Saotur “. Leia mais… »